Aprenda Inglês Gratis

Dicas para conversação – “Em Inglês” (Conversation Skills)

Small Talk & Conversation Skills   Conversation tips for speaking: • Face your listener(s) and look at them. • Make eye contact often. • Watch your listeners’ responses. Do they look confused? Do they look disinterested? Ask questions. Encourage them to respond, and wait for them to finish speaking before you start again. • Don’t speak too loudly. • Avoid direct criticism — unless you are asked to comment.   Conversation tips for listening: • Watch the speaker. • Make eye contact often. (If this is uncomfortable for you, try looking at the speaker’s eyebrows.) Americans may feel that if a listener is not watching he is not listening. Do not turn away while the person is talking. • When the speaker pauses, give feedback — interject small responses to what he has been saying. (Examples: Really? Is that so? Is that right? I didn’t know that. That’s interesting. I see. Oh my?) • Be an active listener. • Do not interrupt (unless the person is speaking too fast or you don’t understand.) If you do not understant, simply tell your friend: I did not understand that. Could you please say it again more slowly?"   Topics to avoid in casual conversation: Religion, politics, sex, money, age, weight. (Anything that might be too personal. Americans do not like to share personal information in casual conversation.)   Appropriate Topics for small talk: Weather, sports, families, television programs, movies, music, books, leisure activities and hobbies, plans for the weekend, work. Are these topics also appropriate in your culture? Are any of them considered to be inappropriate? What other topics are appropriate in your culture? Compare your answers with your group.   Discussion Questions:  (about your home country)   How close do people stand when they are talking? How does a listener show respect? How does a listener show that he or she is listening? Do people regularly engage in small talk with strangers? Are there topics you do not discuss? What do people enjoy talking about? Are there any conversation tips you could give to someone who is visiting your home country? How can you start a conversation in English? In your country? What is the...

Dicas para pronúncia

Dicas para pronúncia  Bom, meu querido (a) aluno (a), se você quer mesmo melhorar seu Inglês e atingir uma pronúncia perfeita, temos a solução! Mas pare aí! Se você estiver pensando que é algo totalmente diferente e inédito, não quero lhe desapontar, mas não é… A única forma de melhorar sua pronúncia é falando, pronunciando, exercitando, por isso fale muito! Ah, não têm alguém para praticar? Quando eu estudei, também não tinha, mas nem por isso deixava de falar; falava em frente ao espelho, imaginava situações, cantava, enfim, usava e ainda uso (é claro porque se você atingir um certo nível e parar, certamente esquecerá tudo ou grande parte do que levou muito tempo para aprender), então mãos a obra! Lance mão das dicas que trazermos para você agora e vamos em busca da pronúncia perfeita!   (Professora Milena)   Dicas para boa pronúncia 1. Listen to yourself. Se você não consegue ouvir seus problemas de pronúncia, fica difícil corrigi-los. Tente gravar você falando em uma fita e compare com a fala de um nativo de língua inglesa. 2. Slow down! Muitos estudantes de Inglês dizem que falar muito rápido reforça seus maus hábitos. Pratique o básico todo dia. Comece com sons isolados, então passe para as palavras, e, finalmente, junte várias palavras. 3. Picture it… Feche seus olhos e pense como fazer um som antes de dizê-lo. Visualize o posicionamento de sua boca e rosto. 4. Get physical! Pronúncia é uma habilidade física. Você está ensinando sua boca uma nova maneira de mover e usar diferentes músculos. Concentre-se em sons difíceis todos os dias. Problemas com o ‘th’? Coloque sua língua entre seus dentes (não morda) e assopre o ar. Sinta o ar mover sobre sua língua. 5. Watch yourself. Fique em frente a um espelho para ver a colocaçao de sua língua, lábios, e a forma de sua boca quando fizer certos sons. Compare o que você vê com um vídeo de pronúncia da Englishtown! 6. Copy the experts. Não há substituto para aprender pronúcia com os experts – nativos de língua inglesa. Então escute! Escute programas de rádio em Inglês e assista a programas de televisão e filmes em Inglês. (Não leia...

Por que falar Inglês se tornou imprescindível

Por que falar Inglês se tornou imprescindível               Para as pessoas que querem se profissionalizar, obter sucesso na carreira, construir um bom currículo os obstáculos são inúmeros, o mercado cada vez mais exigente se tornou uma máquina de rápida absorção, esta máquina não para nunca, e não há espaço para aqueles que não tiverem qualificação adequada, e esta se torna dia a dia mais exigente e complexa, afinal os meios de comunicação elevam dia após dia a exigência de comunicação eficaz e isso se reflete nos programas para concursos e vagas de emprego, ali está presente, dentre outros, a habilidade de “falar e entender Inglês”… Esse fato é constituído pelo domínio que a economia pertencente aos Estados Unidos e Inglaterra. Muitos falam que esse fato está mudando dado o avanço da China, mas mesmo com esse fato, a habilidade de entender, escrever e falar Inglês ainda fará parte dos requisitos básicos para uma boa carreira profissional por muito tempo…             A língua Inglesa está presente em todas as áreas, para os profissionais de comércio exterior é fundamental, mas vale também para os profissionais de moda, da informática, médicos, advogados, administradores, tendo em vista que os melhores cursos, artigos e matérias dessas e muitas outras áreas são todos escritos em Inglês. A competitividade e concorrência são implacáveis, e a comunicação de forma correta e precisa é fundamental, pois é da comunicação, formação e capacidade dos funcionários que depende o sucesso das empresas, e isso abrange desde a microempresa até as multinacionais, e nessas todas está presente a necessidade de se falar uma segunda língua pelo menos.   Passos para ser fluente em Inglês   É sabido por todos a necessidade de se falar bem o idioma, mas existem ainda alguns “obstáculos” que os interessados na língua precisam passar: Principiantes Os principiantes na língua devem ter o máximo de atenção e pensar não somente em aprender pela necessidade do mercado, mas também em ter prazer na aprendizagem, afinal tudo o que fazemos com alegria fazemos melhor. Se você é iniciante, procure ao máximo o contato com a língua, navegue por sites em Inglês, assista filmes, shows, TV a cabo e tudo mais que estiver relacionado...

Aprender Ingles agora? Por quê?

Aprender Inglês agora? Por quê?   O que está acontecendo com o mundo dos negócios, das boas colocações e dos bons salários?   Poderia iniciar esse artigo citando mil razões para você começar imediatamente a fazer um curso de Inglês ou colocar em prática seu conhecimento sobre a língua dos negócios. Mas quero começar falando sobre uma das frases, talvez a mais “ ridícula e sem cultura” que já ouvi. Certa vez, fui apresentada a um “estilista” ou alguém que se entitulava dessa forma. O fato é que a pessoa atua no ramo da moda e afirmou com veemência que não precisava aprender Inglês, pois segundo ele: “Uma nota de cem dólares compra tudo” E então como ler os artigos das melhores revistas e sites europeus de moda? As viagens para analisar tendências? As palestras? As reuniões? Como ficam esses “pequenos detalhes”? Claro que é para isso que existimos, nós os tradutores, mas temos que levar em conta que caminhar pelas ruas de países estrangeiros com alguém (normalmente desconhecido ou de pouca intimidade) a tiracolo não denota riqueza ou qualquer outro adjetivo semelhante, mas sim a incapacidade de aprender a se comunicar. A comunicação é a base de tudo, é daí que surge a rede de contatos, os grandes negócios. Essa frase me fez atentar para o fato de que é impossível alguém que tenha o mínimo de bom senso e cultura dizer tal absurdo. Para respaldar a importancia sabida por todos em falar inglês, veja o que diz um dos jornais mais respeitados do país:   “O setor têxtil brasileiro, de confecção e moda, vive um período de crescimento que ganha viés histórico. Mesmo com o dólar em baixa, as previsões para exportações em 2008 são muito mais que otimistas” (folha de São Paulo) Não me ocorre que a pessoa tenha realmente esse pensamento, mas sim, que tentou por várias vezes e diante do insucesso no aprendizado, desistiu e procura uma forma de argumentar ou se defender. Tal atitude é demasiadamente daninha, pois, bloqueia em nosso cérebro qualquer predisposição para o aprendizado. O Inglês não é a Língua mais falada do mundo, o mais falado é o Mandarin (China) seguido pelo Hindi e...