Aprenda Inglês Gratis

Medidas de comprimento, superfície, volume, capacidade e peso

Medidas de comprimento, superfície, volume, capacidade e peso   Medidas de Comprimento 1 milímetro (mm) 0,001m 0.03937in. 1 centímetro (cm) 0,01m 0.3937in. 1 decímetro (dm) 0,1m 3.937in. 1 metro (m) 100cm 39.37in. 1 quilômetro (km) 1.000m 0.62137mi. 1 miriâmetro (Mm) 10.000m(10km) 6.2137mi   Medidas de Superfície 1 milímetro quadrado (mm2) 0,000001m2 0.00155sq. in. 1 centímetro quadrado (cm2) 0,0001m2 0.155sq. in. 1 decímetro quadrado (dm2) 0,01m2 15.50sq.in 1 metro quadrado (m2) 0,01 are 1.1960sq. in. 1 are (a) 100m2 119.6sq. in. 1 hectare (ha) 100 ares 2.471 acres 1 kilômetro quadrado (km2) 10.000 ares 247.104 acres   Medidas de Volume 1 milímetro cúbico (mm3) 0,000000001m3 0,000061cu. in. 1 centímetro cúbico (cm3) 0,000001m3 0,0610cu. in. 1 decímetro cúbico (dm3) 0,001m3 (1 litro) 61,023cu. yd. 1 metro cúbico (m3) 1.000dm3 (1.000 litros) 1,308cu. yd.   Pesos Comerciais 1 quilate métrico 0,2g 3.09gr. 1 miligrama (mg) 0,001g 0.0154gr. 1 centigrama (cg) 0,01g 0.154gr. 1 decigrama (dg) 0,1g 1.543gr. 1 grama (g) 0,001kg 15.432gr. 1 decagrama (dag) 10g 0.352oz. 1 kilograma(kg) 1.000g 2.204lb. 1 arroba métrica 15kg 33.07lb. 1 quintal métrico (q) 100kg 220.4lb. 1 tonelada (t) 1.000kg 2,204lb.   Medidas de Capacidade 1 centilitro (cl) 0,01l Br.: 0.352 fluid ounce 1 decilitro (dl) 0,1l 6.1025cu. in. 1 litro (l) 1dm3 61.025cu. in. 1 decalitro (dal) 10l 610.25cu. in. 1 hectolitro (hl) 100l Br.: 22gallons Am.: 26.418gollons 1 quilolitro (kl) 1.000l 35.315cu.ft.   Medidas Antigas Medidas Itinerárias 1 milha brasileira 2.200m 1.36mi. 1 milha portuguesa 2.066m 1.28mi. 1 milha marítima (nó) 1.852m 1,013 fathoms 1 légua brasileira 6.600m 4.10mi. 1 légua portuguesa 6.200m 3.85mi. 1 légua marítima 5.555m 3 nautical miles   Medidas de Comprimento 1 ponto 0,2mm 0.007874in. 1 linha 2,3mm 0.09in. 1 polegada 2,75cm 1.08in. 1 palmo 22cm 8.66in. 1 pé 33cm 1.08ft. 1 côvado 66cm 25.98in. 1 vara 1,10m 43.31in. 1 braça 2,20m 86.62in.   Medidas de Superfície 1 braça quadrada 4,84m2 5.7886sq. yd. 1 alqueire(N. Braz.) 27.225m2 32,560sq. yd. 1 alqueire(Minas, Rio, Goiás) 48.400m2 57,886sq. yd. 1 alqueire paulista 24.200m2 28,943sq. yd.   Pesos 1 quilate 199mg 3.07gr. 1 onça 28,691g 1.012oz. 1 libra 459,5g 1.013lb. 1 arroba 14,689kg 32.38lb. 1 quintal 58,758kg 129.50lb. 1 tonelada 793,238kg 1,748.70lb....

Números, números calçados, unidades e medidas

Números, números calçados, unidades e medidas

  Números, unidades e medidas nos EUA Nos EUA são utilizadas unidades diferentes das que usamos no Brasil e as maneiras de escrever certos dados também não são iguais.  O sistema métrico ainda é (relativamente) muito pouco utilizado nos EUA. Abaixo apresentamos algumas das diferenças mais comuns.  Quando se trata de unidades de medida nos EUA, SEMPRE se certifique que você está se comunicando corretamente. Para fazer conversões, no final desta página há links muito bons. Ponto e vírgula Nos EUA, na separação entre milhares utiliza-se a vírgula e no decimal utiliza-se um ponto (oposto do que se usa no Brasil):        1,000 em português é "um".        1,000 em inglês é "mil".        1.234 em português é "mil duzentos e trinta e quatro".        1.234 em inglês é "um e duzentos e trinta e quatro avos". Datas Se a data é indicada de forma numérica, nos EUA escreve-se mês/dia/ano; no Brasil escrevemos dia/mês/ano. Geralmente quando um formulário nos EUA pede uma data, estará indicado o formato. Por exemplo m/d/y ou mm/dd/yy, quer dizer mês/dia/ano; o número de letras indica o número de caracteres (yy é 06, yyyy é 2006). Portanto, veja que:        Nos EUA, 12 / 5 / 2008 é 5 de dezembro de 2008.        No Brasil, 12 / 5 / 2008 é 12 de maio de 2008. Recomendação: tenha o hábito de SEMPRE escrever ou abreviar o nome do mês COM LETRAS, em lugar de utilizar o número do mês:        5 / Nov / 2007 e Nov / 5 / 2007 significam a mesma coisa no Brasil e nos EUA.        Siglas em inglês: Jan, Feb, Mar, Apr, May, Jun, Jul, Aug, Sep, Oct, Nov, Dec.        Em inglês, escreva nomes e siglas de meses com a primeira letra maiúscula. Precisão Ao fazer conversões entre o sistema métrico e outras medidas, tenha sempre o cuidado de saber e observar o nível de precisão desejado, pois muitas das fórmulas de conversão têm arredondamento. Se você precisa de grande precisão, veja os websites indicados ao final desta página. Algumas unidades utilizadas nos EUA Área (geográficas)        Áreas são indicadas em milhas quadradas (square miles).        1 milha quadrada = 2,59 quilômetros...

Quando usar TO ou FOR no sentido de Para?

Quando usar TO ou FOR no sentido de Para?

Quando usar “To” & “For” no sentido de “Para” Os estudantes de língua inglesa têm grande dificuldade em aprender preposições. Sempre surgem muitas dúvidas e quase nunca se sentem à vontade para utilizá-las corretamente. Para nós, elas têm significado pouco claro e muito variável. A maioria das preposições não segue um padrão lógico ou regular, e não apresentam uma boa correlação entre Português e Inglês. Em uma frase uma preposição pode significar uma coisa, ter uma regra específica para aquele uso, e logo na frase seguinte ser usada de outra maneira. Isso gera dúvidas e incertezas quanto ao uso das preposições. Existe uma dificuldade grande para os estudantes de inglês decidir qual preposição usar em inglês, to ou for, para se referir em português a para. Em geral, to está ligado à idéia de direção, movimento, correspondendo muitas vezes também à preposição a do português; enquanto que for está relacionado com a idéia de benefício, substituição, intenção ou predestinação, correspondendo, às vezes, ao português por. Mas esta diferença de significado não é sempre clara. Mesmo assim, for e to raramente podem ser usados como sinônimos. Freqüentemente to e for introduzem o objeto indireto e é neste caso que as duas preposições normalmente correspondem ao português para. Objeto indireto em inglês é sempre um nome ou pronome que precede ou sucede o objeto direto nos verbos bitransitivos. Quando posicionado antes do objeto direto, não vem acompanhado de preposição. Quando posicionado após o objeto direto, virá invariavelmente acompanhado da preposição to ou for. Neste caso, a preposição certa dependerá do verbo, não havendo regra para isso. Observe os seguintes exemplos: TO VERBS FOR VERBS I gave a present to him. = I gave him a present.I’ll show the figures to you. = I’ll show you the figures.He sold a car to me. = He sold me a car.He sent a letter to Mary. = He sent Mary a letter.Can you lend this book to me? = Can you lend me this book?The boss told a joke to us. = The boss told us a joke.Who teaches English to them? = Who teaches them English?I paid $10 to the repairman. = I paid the repairman $10.Will you pass...

Palavras que podem substituir IF nos “conditionals”

Palavras que podem ser usadas no lugar do IF nas frases condicionais As frases condicinais são marcadas pela presença do IF (se). Mas existem outras palavras que podem ser usadas ao invés de IF nas orações condicionais. Conheça-as agora: UNLESS = IF NOT (a não ser que) Exemplo: I´ll go home soon if the film doesn´t start. = I´ll go home soon unless the film starts. (Vou para casa logo se o filme não começar. = Vou para casa logo a não ser que o filme comece.) PROVIDED (THAT), ON CONDITION (THAT), AS LONG AS, SO LONG AS (contanto que) Exemplo: Provided that everybody agrees, we´ll have the meeting on Tuesday. (Se todos concordarem, teremos a reunião na terça-feira.) (JUST) SUPPOSE, SUPPOSING (THAT), WHAT IF, IMAGINE: Exemplo: Just suppose it didn´t rain for four months: would we have enough water? (Suponha que não chova por quatro meses: teríamos água suficiente?) OBS: O verbo to be na Second Conditional tem sempre a mesma forma: WERE. If I were…, if you were…, if she were…, etc....

Third conditional

 Third conditional – sem possibilidade Terceiro condicional   O primeiro e segundo condicionais falam sobre o futuro. No terceiro condicional falamos sobre o passado. Falamos sobre uma condição no passado que não aconteceu. Aí está o porquê de não haver possibilidade de acontecer. O terceiro condicinal também é como um sonho, porém este, não tem possibilidade de se tornar realidade. Características marcantes no "third conditional": Oração com if (if-clause): Past Perfect Oração principal (main clause): WOULD HAVE + PARTICÍPIO PASSADO Exemplo: If we had gotten to the movie earlier, we wouldn´t have missed the beginning of the film. (Se tivéssemos chegado ao cinema antes, não teríamos perdido o começo do filme.) O terceiro condicional é usado nas seguintes situações: – Que expressa um passado irreal; – Declara a conexão entre possível ou imaginado eventos no passado. Usado para expressar que o resultado imaginado de uma situação ou evento que não aconteceu. Estrutura: If + Past Perfect Would + have + particípio passado Could, might, should + have + particípio passado Exemplo: If you had seen the movie, you would have liked it. (Se você tivesse visto o filme, você teria gostado.)...

Second conditional

Second conditional – possibilidade não real ou sonho Segundo condicional O segundo condicional é como o primeiro. Aqui, ainda estamos pensando sobre o futuro. Estamos falando sobre uma condição particular no fututo e o resultado dessa condição. Mas não há possibilidade real para que isso aconteça. Por exemplo: Você não tem um bilhete para loteria. É possíuvel ganhar? Não. Sem bilhete, nada de prêmio. Mas talvez você vai comprar um bilhete de loteria no futuro. Então pode pensar sobre ganhar na loteria no futuro, como um sonho. Não é muito real, mas ainda assim, é possível. If condition (condição) result (resultado)   passado simples would + verbo principal If (se) I won the lottery (eu ganhasse na loteria) eu iria comprar um carro. Observe que estamos falando sobre futuro. Usamos passado simples para falar sobre uma condição no futuro. Usamos WOULD + VERBO PRINCIPAL para falar sobre resultado no futuro. Uma observação importante sobre o segundo condicional é que tem uma possibilidade não real de acontecer. Características básicas do second conditional: Oração com if (if-clause): Simple Past Oração principal (main clause): WOULD He would complain if you were late. (Ele reclamaria se você se atrasasse.) O second condition é usado nas seguintes ocasiões: – expressa uma condição presente ou futura irreal; – declara uma ligação entre eventos e situações que podem não vir a se realizar. Muito usado para se falar do possível ou imaginado resultado de uma situação caso uma outra ação estivesse acontecendo. Nestas situações o verbo no passado não se refere ao passado e sim que a condição  não existe ou não acontece na realidade. If + past would + infinitive (sem to) / anômalos (could, might) If  I had money, I would buy an ice cream. (Se eu tivesse dinheiro, eu compraria um sorvete.) If I had money, I could buy na ice cream. (Se eu tivesse dinheiro, eu poderia comprar um sorvete) Obs: Os verbos no segundo condicional estão todos no passado, porém há uma exceção que é o verbo TO BE que leva a forma de "were" para todos os sujeitos: Exemplos: If I were you, I wouldn’t touch that dog. (Se eu fosse você, eu não tocaria aquele cachorro.)...