Aprenda Inglês Gratis

Passado perfeito continuo (Past perfect continuous)

PAST PERFECT CONTINOUS

            Expressa uma situação sobre a duração de tempo de uma ação realizada no passado e quando ela chegou ao fim. Diferente do PRESENT PERFECT CONTINUOS, agora a ação terminou no passado em um momento específico, ela não começa no passado e continua ate hoje. Isso indica que deverá ocorrer na oração, pelo menos, dois tempos verbais: um que indica a idéia de PAST PERFECT CONTINUOS e o outro que indica o SIMPLE PAST. O primeiro indica que uma ação está sendo realizada (PAST PERFECT CONTINUOS) e a quando outra ocorreu (SIMPLE PAST), indicando que houve o término da primeira.
            Para que possamos entender o PAST PERFECT CONTINOUS, sempre será bom termos em mente a estrutura, pois, como virá escrita para o leitor, nós precisaremos ficar atento às palavras que se encontram nela.
            Veja a estrutura:
 
Suj. + HAD BEEN + verb. princ. ‘ING’ + verb. no SIMPLE PAST + compl. (afir.)
 
Suj. + HAD NOT BEEN + verb. princ. ‘ING’ + verb. no SIMPLE PAST + compl. (neg.)
 
HAD + Suj. + BEEN + verb. princ. ‘ING’ + verb. no SIMPLE PAST + compl.? (int.)
 
            Vejamos agora um exemplo:
 
            I HAD BEEN workING on the plan   when I decided to redo it.
           
            (Eu estava ‘estive’ trabalhando no projeto quando eu decidi refazê-lo)
 
 
            A idéia do tempo verbal da oração acima indica que: Uma pessoa estava fazendo algo no passado (não sabemos quando) e, também no passado, a pessoa pára de fazer essa primeira ação e começa a fazer outra, uma segunda ação.
 
            Veja um outro exemplo:
 
They HAD BEEN producING the software FOR a long time until they found a problem.
 
(Eles estavam ‘estiveram’ produzindo o softwar por tanto tempo até que eles descobriram um problema).
 
            A idéia é bastante clara: uma ação estava sendo realizada (a ação de ‘produzir’ – já estava em continuação), mas em um determinado momento no passado (não foi indicado na oração – se o autor quissese poderia indicar) ocorreu uma outra ação (a ação de ‘descobrir’ – que só ocorreu depois da ação de ‘produzir’).
           
            No exemplo acima usamos a expressão FOR. Poderíamos usar também a expressão SINCE. Ambas expressões ajudariam no entendimento da oração, pois elas indicam a idéia de duração da ação. Contudo, elas são opcionais. O importante é sabermos da estrutura, assim, saberemos qual a idéia da oração.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *